Quinzena Macabra: Jogos Mortais O Início // Quinzena Macabra Jogos Mortais Antes de mais nada é preciso entender o conceito de Jogos Mortais. Não se trata de um filme de terror ou mesmo um thriller, mas sim de um suspense psicológico. Aquele tipo de filme que te deixa nervoso do início ao fim e o melhor de tudo te faz pensar. Porque não são simples matanças cheias de sangue, tripas e outras coisas horrendas. São jogos, quebra-cabeças em que é necessário mais de uma peça (no caso pessoa) para resolver.

O primeiro filme vai nos mostrar como pensa Jigsaw esse dito “assassino” mas que na verdade nunca matou ninguém. Ele faz com que as pessoas se matem ou acabem por matar outras pessoas. Depois de ser diagnosticado com uma doença terminal, Jigsaw começa um jogo com várias pessoas que tem uma vida inteira pela frente mas que não sabem valorizá-la. Seus joguinhos servem de lição, para que aprendam a com seus erros e se arrependem deles. Mas nem sempre dá certo. E como em todo jogo existem regras, as quais quase ninguém obedece.

Logo no início somos apresentados a dois homens acorrentados num banheiro imundo e um terceiro morto, ensangüentado, no meio do aposento, ele tem em uma das mãos uma arma e na outra um gravador. Cada um dos acorrentados, tem um fita em seus bolsos que narra o porque deles estarem ali e é apenas a primeira pista de como fazer para que saiam desse lugar com vida. A partir disso só depende única e exclusivamente deles se salvarem. E é aí que se encontra a beleza da coisa, porque ninguém foge a um instinto natural de querer salvar a própria pele acima de tudo, mesmo que isso signifique prejudicar outra pessoa no caminho.Quinzena Macabra: Jogos Mortais O Início // Quinzena Macabra Jogos Mortais Lawrence Gordon é um médico oncologista que precisa atirar no outro homem que está no banheiro, para poder se salvar dessa armadilha. Seu prazo é até as 6h.
Esse outro homem é Adam, um voyeur, fotógrafo, que vasculha e investiga a vida de pessoas por pura necessidade. Ambos estão acorrentados em cantos opostos do banheiro e precisam descobrir juntos, um meio de saírem dali. Mas, isso não acontece. E a medida que o tempo passa, as coisas só pioram, mas depois a gente volta neles.

Vamos agora ver o que se passa lá fora. Dois detetives, Tapp e Sing são os encarregados da investigação no caso Jigsaw. Os dois juntos com a policial Kerry, seguem para a primeira cena do crime. Um homem preso dentro de uma caixa cheia de arames farpados. A policial Kerry descreve a causa da morte e eles então ouvem a fita encontrada no local, onde Jigsaw narra o porque daquele homem, Paul, ter sido escolhido. Ele tinha uma boa vida, mas de repente decide cortar os pulsos, estaria ele tentando se matar ou apenas querendo atenção?
A partir daqui segue o mesmo esquema, a segunda vítima é encontrada carbonizada. Seu corpo foi encoberto por uma pasta inflamatória e o único jeito de se salvar é desvendar qual o segredo do cofre no meio da sala. Os números se encontram pintados em ordem aleatória pelas paredes e o teto do lugar. E para enxergá-los, ele conta apenas com uma pequena vela. Nessa cena do crime eles encontram uma caneta-lanterna que é ligada diretamente ao Lawrence, logo ele passar a ser o principal suspeito. A terceira vítima, Amanda, foi a única que conseguiu escapar. Ela agora está sentada na delegacia, contando aos policiais mais uma vez como foi, e o Lawrence está na outra sala vendo e ouvindo tudo através de um espelho.

Vamos voltar aos nossos amigos no banheiro. As pistas vão aparecendo aos poucos: duas serras são encontradas dentro da caixa do vaso sanitário envoltas em um saco plástico preto. É Adam quem as encontra, entrega uma para o Lawrence e dando uma olhada no saco, joga-o dentro da banheira sem que o outro veja. Os dois tentam em vão serrar suas correntes. A segunda pista é que o “X” marca o local do tesouro. Ambos sabem disso porque era uma das pistas do gravador, mas não fazem idéia de como encontrar essa marca. Ao invés de tentarem se ajudar eles só se preocupam com si o que dificulta muito para que o jogo termine. Um incentivo a mais é dado a Larry quando ele descobre que sua esposa e filha foram feitas de refém dentro de sua própria casa, e que ele precisa matar Adam para que elas sejam libertas. Um telefone celular é encontrado no local aonde o “X” marcava e Larry ouve sua família pedindo ajuda. Lá fora um ex-detetive Tapp vigiando a casa de Larry, ouve disparos e resolve intervir. Desesperado, sem saber se sua família está viva ou morta, Larry decide serrar o próprio pé para poder sair dali. Quando termina, pega a arma e atira em Adam que cai. Na casa de Larry, Tapp luta com o bandido e a esposa e filha conseguem se esconder. O bandido foge e Tapp vai atrás dele, seguindo-o até um depósito abandonado. Uma perseguição se inicia e Tapp acaba morto. O bandido vai até o encontro dos dois no banheiro, entra e vê Adam caído no chão. Larry começa a gritar, ameaçando-o, mas o bandido o tem na mira de seu revólver. Eis então que Adam levanta, pega a tampa da caixa do vaso e começa a bater no bandido, matando-o. Larry promete ir atrás de ajuda e sai se arrastando pela porta aberta. Adam procura por qualquer coisa que possa ser útil nos bolsos e casacos do bandido e encontra outro gravador, e ouvindo a fita descobre que o homem também foi uma vítima dos jogos de Jigsaw e que regras são regras. De repente o homem caído no meio do banheiro se levanta e Adam fica boquiaberto. Ele começa a retirar a máscara e diz a Adam: “A chave do seu cadeado está dentro da banheira.” É aí que Adam se lembra de ter visto algo ir pelo ralo quando acordou submerso na banheira. Ele pede ajuda, mas o homem, Jigsaw, sai do banheiro e fecha a porta deixando-o para sempre lá dentro.Quinzena Macabra: Jogos Mortais O Início // Quinzena Macabra Jogos Mortais

A beleza do filme se encontra no roteiro, muito bem escrito e amarrado que foi escrito por James Wan e Leigh Whannel que também atuou no filme. Todos os personagens são essenciais e de uma forma ou outra estão ligados entre si. Além do que muitos deles vão aparecer novamente nas sequências, as quais irei comentar ao longo da semana até a estréia de Jogos Mortais VI na sexta-feira que encerrará o ciclo de Jigsaw.

Elenco:
Cary Elwes como Lawrence Gordon
Leigh Whannel como Adam Faulkner
Danny Glover como Detetive Tapp
Ken Leung como Detetive Sing
Monica Potter como Allison Gordon
Tobin Bell como Jigsaw
Michael Emerson como Zep Hindle

Essa será uma série especial sobre o ciclo de filmes Jogos Mortais escrita  para a Quinzena Macabra do Ambrosia. Não se esqueçam de conferir as outras.

Que comecem os jogos!

Melissa.

Fotógrafa, Roteirista, Crítica e futura Jornalista que acha impossível ser apenas uma única coisa, então escolheu ser muitas ao mesmo tempo. Tão mais Geek que Nerd, não sabe viver sem tecnologia, ou livros, ou filmes, ou televisão, ou quadrinhos...que acaba sendo algo tão Nerd quanto Geek...ai! Acredita que ser curioso é o que move o mundo e está sempre pronta a aprender sobre novos assuntos.
  • Diego Lobato

    Esse realmente é ótimo,seguido pelo 2º e 3ºque são muito bons,já o 4º e o 5º são ruim de doer,sem história,só uma desculpa pra matar pessoas.

  • Melissa Andrade

    Bom Diego, espero fazer você mudar de opinião com minhas próximas resenhas! ^^